Página Inicial | Webmail | Acesso Restrito | Fale Conosco
Desenvolvido por: SIGEP - Sistema Integrado de Gestão Pública


Nossa FORÇA vem dos MUNICÍPIOS

Fone Geral: (62) 3999-7450

Rua 102 – nº 186 – no Setor Sul Goiânia – Go - E-mail: fgm@fgm-go.org.br


Instalada comissão da Lei Kandir; senador municipalista será o relator

Publicado em 10/ago/2017


A Comissão Mista Especial sobre a Lei Kandir foi instalada nesta quarta-feira, 9 de agosto. A instalação caminha para cumprimento de determinação do Supremo Tribunal Federal (STF): o Congresso Nacional tem até 30 de novembro para editar uma lei complementar regulamentando os repasses da União para Estados e Distrito Federal para compensá-los por perdas decorrentes da desoneração do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) nas exportações. Sendo assim, a comissão tem como objetivo definir um modelo de ressarcimento aos Estados, e seus respectivos Municípios, e decidir como o governo federal vai pagar as dívidas acumuladas.

As entidades municipalistas como a FGM e a CNM comemoram a instalação do colegiado, já que preza pelo rápido cumprimento desta determinação, tendo em vista que os Municípios sofrem grandes perdas financeiras com a compensação não suficiente em relação ao que é perdido. Ainda celebra a nomeação do senador Wellington Fagundes (PR-MT), com quem a entidade possui estreito relacionamento, como relator da discussão da matéria.

Como presidente da comissão foi indicado o deputado Priante (PMDB-PA) e como vice-presidente, a senadora Lucia Vânia (PSB-GO). Na ocasião, o relator apresentou um plano de trabalho que tem como previsão a apresentação do relatório para apreciação em audiência a ser realizada em 18 de outubro e submetido a votação em sessão da comissão prevista para 25 de outubro.

Vale ressaltar que a matéria é de extrema importância para os Municípios, que têm sofrido há mais de 20 anos com as perdas provocadas com a desoneração do ICMS. A fim de contribuir com propostas de solução para as perdas, a CNM atuará junto à comissão.

A lei

A Lei Kandir isenta da incidência do ICMS as exportações de produtos primários e semielaborados, ou seja, não industrializados. Até 2003, a lei garantiu aos Estados e seus respectivos Municípios exportadores o repasse de valores para compensar perdas decorrentes da isenção do imposto, mas, a partir de 2004, a Lei Complementar 115/02, embora mantendo o direito de repasse, deixou de fixar o valor. Com isso, é preciso negociar a cada ano com o Executivo o montante a ser repassado, mediante recursos alocados no Orçamento da União.

A lei determina ainda que uma lei complementar normatize os repasses para compensar os Estados com a perda da arrecadação tributária sobre a exportação de produtos e serviços. Essa norma, no entanto, ainda não foi regulamentada pelo Congresso. Por isso, em novembro passado, o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou que o Parlamento aprove, em 12 meses, a lei com essa compensação.

Aprovações à vista

A Confederação tem papel fundamental no Projeto de Lei do Senado (PLS) 288/2016, que elaborou conjuntamente com o senador Wellington Fagundes, que também versa sobre compensação financeira da Lei Kandir.

O objetivo primeiro da proposição é que cada Estado e seus respectivos Municípios sejam compensados exatamente pela correspondente perda de receita causada pela desoneração das exportações. O segundo objetivo é unificar as duas compensações das desonerações, o Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX) e a Lei Kandir, em apenas uma.

Além disso, na Câmara dos Deputados já funciona uma comissão especial que analisa propostas que modificam a Lei Kandir. Entre elas, os parlamentares avaliam o projeto de lei complementar (PLP 221/98) que estabelece novos critérios de compensação dos Entes federativos pelas perdas com a Lei Kandir.

Fonte: CNM


Compartilhar




 
 
 





















A Federação Goiana de Municípios (FGM), antes Frente de Mobilização Municipalista (FMM) nasceu em 2001 por iniciativa de um grupo de prefeitos que com uma visão técnica, procuravam uma melhor forma de assessorar aos municípios do Estado de Goiás.

Leia Mais

Filie-se

Contatos


E-MAIL: fgm@fgm-go.org.br
TELEFONE: Geral (62) 3999-7450
Rua 102 – nº 186 – no Setor Sul Goiânia – Go

Fale Conosco


Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados | FGM - Federação Goiana de Municípios